História do Carnaval no Brasil

Porque, Quando E Onde O Carnaval Se Tornou Uma Tradição.

Algumas centenas de anos atrás, pré-carnavais de Quaresma foram introduzidos pela primeira vez na Itália. A Quaresma é um período de 40 dias de penitência praticada pelos católicos, quando eles se abstêm de consumir carne, álcool e outros prazeres mundanos. O termo Carnaval vem de Carne Vale, significando “adeus à carne”. O Carnaval da Itália era uma grande festa à fantasia que logo se espalhou pela França, Espanha e outros países europeus. Como a Europa estendeu seu alcance ao longo das Américas, a cultura do Carnaval foi com ele. A tradição chegou ao Brasil com Portugal, e o Carnaval do Brasil nasceu.

Vibrações africanas tradicionais

O Carnaval do Brasil não é totalmente influenciado pela Europa. Quando o Brasil se tornou uma colônia de Portugal, diversos africanos chegaram ao país para servirem de escravos. Uma grande parte das tradições do Carnaval vem das práticas das tribos africanas. Por exemplo, antigos costumes africanos incluem desfiles em volta das aldeias para afastar os maus espíritos e purificar o ar negativo. Também era comum a criação de máscaras e fantasias de pedras, ossos, ervas e outros elementos naturais. A utilização de penas era popular, já que elas simbolizavam a ascensão e o renascimento dos espíritos. Todos esses se tornaram componentes importantes do Carnaval do Brasil até hoje.

O samba chega ao Brasil

O samba, dança e música, que é o símbolo do Carnaval do Brasil, não é nativo do país. Ele tem suas raízes na África Ocidental e Angola e veio com o tráfico de escravos em 1600. Como os escravos se misturaram com os habitantes locais, o mesmo ocorreu com a música e, assim, o samba nasceu. Com o término da escravidão, vários negros se mudaram para o Sul, para o Rio, levando suas músicas com eles. Eles se reuniam em lugares como a Cidade Nova e a Praça Onze, e logo esses viraram berços de música e dança de samba.

O nascimento das escolas de samba

Na década de 1920, como o samba se tornou mais popular, passistas e músicos começaram a se reunir regularmente em escolas ou faculdades para promover sua arte. Eles logo evoluíram para associações formais ou clubes, aperfeiçoando suas habilidades. Enquanto eles ficavam melhores, líderes da comunidade começaram a realizar concursos e escolas começaram a competir. Em 1932 ocorreu o primeiro desfile oficial das escolas de samba. Como as competições se tornaram mais sérias e apreciadas pelo público, a Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro foi criada, e essa entidade executa os desfiles do Carnaval do Rio, hoje organizada em uma Liga (Liesa).

Desfilando no Sambódromo

Originalmente, o Carnaval do Rio costumava ser em uma das mais antigas ruas da cidade. Como foi se tornando um evento cada vez mais grandioso, foi necessária a construção de uma estrutura formal. O governador do Rio encomendou ao arquiteto Oscar Niemeyer e a obra foi concluída em 110 dias, a tempo do Carnaval do Brasil de 1984. Conhecido popularmente como Sambódromo, ele consiste em arquibancadas de concreto construídas dos dois lados de uma avenida de 700 metros, juntamente com uma praça de alimentação e áreas de espera para as escolas participantes.

O Carnaval do Brasil de hoje é um evento espetacular, televisionado para todo o mundo e atrai milhões de visitantes por ano. As apresentações são luxuosas e a infraestrutura impecável.  Mas ele ainda guarda em sua tradição uma série de elementos que nasceram há centenas de anos nos campos da África e nas ruas da Itália.

Carnaval do Rio

Participe da diversão! Assine e receba promoções de ingressos, hotéis, aéreo e pacotes de carnaval.
security code