Jardim Botânico

O Jardim Botânico é um lugar calmo onde você pode admirar a natureza e entender mais sobre a história brasileira.

A flora do Rio é tão vibrante e colorida quanto as pessoas. O Jardim Botânico, localizado ao norte do Leblon e Ipanema, na Zona Sul, próximo à Lagoa Rodrigo de Freitas, é um incrível oásis tropical cheio de plantas. O ar é sempre preenchido pelo aroma doce de árvores frutíferas e flores, e pelos sons do canto de aves tropicais. O jardim inteiro está construído em volta de um bairro residencial cuja rua principal é a Rua Jardim Botânico que leva até a Floresta da Tijuca. Durante o Carnaval do Rio, um bloco chamado Suvaco do Cristo, realiza um desfile ao longo das ruas do Jardim Botânico. Acidentalmente, a área fica abaixo do braço direito da estátua do Cristo Redentor, o monumento mais famoso do Rio. O jardim que foi fundado pelo rei Dom João VI em 1808, está aberto ao público desde 1822.

Um paraíso tropical dentro de uma cidade

O Jardim Botânico é o lar de mais de 2.600 espécies de plantas e abundante vida selvagem também. Creditando ao seu charme, está a perfeita mistura da flora da floresta tropical, lagos e esculturas que se espalham por 338 hectares de jardim. O jardim também é o lar de saguis, tucanos e um paraíso para uma variedade de borboletas brilhantes e coloridas. O melhor modo de aproveitar o Jardim Botânico é em uma caminhada prazerosamente devagar através da mistura de jardim podado e floresta selvagem. A entrada impressionante, ladeada por fileiras de palmeiras majestosas, leva a uma fonte que dá as boas-vindas aos visitantes. O que é único sobre estas palmeiras é que todas se originaram de uma única árvore, a Palma Mater, que foi destruída por um raio.

Plantas exóticas do mundo todo

Dentre as inúmeras espécies de plantas tropicais e subtropicais estão mais de 900 espécies de palmeiras. Você encontrará uma variedade de orquídeas, bromélias e outras plantas exóticas do mundo todo, que incluem noz-moscada, pimenta, canela e outras especiarias que eram importadas do Leste da Índia. Um jardim japonês modelado é uma das atrações principais no Jardim Botânico com diversas pequenas quedas d’água, um lago cheio de carpas e esculturas ornamentais, somando às plantas exóticas incluindo bambu, bonsai e cerejeiras. O Jardim Botânico tem um lado selvagem. Enquanto 40% do parque é ajardinado, o resto é parte da Floresta da Tijuca que leva até as encostas da montanha do Corcovado. Não se surpreenda se encontrar alguns saguis curiosos observando você. A Unesco reconheceu o parque como uma reserva da biosfera desde 1992.

Chegando ao jardim

O Jardim Botânico é também o lar de um instituto de pesquisa, onde diversos taxonomistas envolvidos na conservação da flora do Brasil estabeleceram sua base. O jardim é um paraíso aos observadores de pássaros com mais de 140 espécies de aves incluindo periquitos, tucanos, jacus e o saracura do mato a serem encontradas. Outras grandes atrações incluem o Lago Frei Leandro, cheio de vitórias-régias, a estufa das plantas insetívoras e a antiga fábrica de pólvora. O melhor jeito de chegar ao Jardim Botânico é pelo ônibus 125 de Copacabana. A entrada ao jardim custa R$ 5,00. Um folheto com um mapa é entregue na entrada. Há também um centro de visitantes. Carros elétricos estão disponíveis para idosos, gestantes e outros visitantes com necessidades especiais.

Carnaval do Rio

Participe da diversão! Assine e receba promoções de ingressos, hotéis, aéreo e pacotes de carnaval.
security code