Os Elementos dos Desfiles do Rio

Os Elementos dos Desfiles do Rio

Tudo Sobre Os Elementos Do Carnaval do Rio.

O Sambódromo é o lugar mais empolgante do Rio para se estar durante o Carnaval, onde os desfiles de samba retratam o melhor da verdadeira cultura brasileira. O foco do desfile são as 12 escolas de samba que disputam o título. Cada escola convida ao público a vibrar com o ritmo do samba com seus próprios sambas-enredos. O desfile resume verdadeiramente o jeito de viver carioca e tem diversos elementos, os quais são bases para os juízes pontuarem cada escola.

As celebrações de Carnaval têm início a mando do Rei Momo, a quem é entregue a Chave da Cidade pelo prefeito do Rio. O Carnaval nunca deixa a desejar com belas, perfeitas e hipnotizantes passistas, que competem pelo título de Rainha do Carnaval. Essas beldades, na maior parte, roubam o show em suas fantasias elaboradas e com seus passos frenéticos e graciosos. As outras duas concorrentes são nomeadas Princesas do Carnaval.


Ramon Moreira | Bookers International

Os bastidores do desfile das escolas de samba

Cada participante de uma escola de samba tem um papel específico no desfile. Com pontos sendo dados em vários quesitos, é essencial que os integrantes desenvolvam suas funções à perfeição para garantir que o percurso seja feito em tempo hábil. Os preparativos para o próximo Carnaval têm início antes da poeira do atual Carnaval baixar. O samba-enredo é mantido em sigilo até dezembro, quando os ensaios começam a todo vapor.

No comando da equipe está o carnavalesco, uma pessoa venerada pelos integrantes, que compartilham sua idealização. Ele define o tema e organiza praticamente tudo que é necessário para o desfile, desde os modelos das fantasias, decoração dos carros alegóricos, acessórios, samba-enredo, ensaios e outros detalhes. Cada ala é coreografada à perfeição na tentativa de capturar a atenção dos juízes e de competir pelo título de campeã. Meses de preparação são gastos pelas escolas de samba, que mobilizam o apoio de milhares de moradores das suas comunidades.

Para o desfile, cada escola é dividida em seções chamadas alas, com cada ala contendo cem integrantes ou mais usando a mesma fantasia. Todas as alas têm um papel específico a desempenhar, de acordo com o enredo da escola. Na frente do desfile está a Comissão de Frente, um grupo de artistas mais habilidosos que são os primeiros a capturar a atenção dos juízes. Cada ala tem um presidente, que é necessário para garantir que as fantasias sejam produzidas a tempo e que a ala em particular se mova precisamente durante o desfile. O presidente também está a cargo da venda das fantasias da sua ala.

O mestre-sala e a porta-bandeira são um casal com habilidades de dança muito técnicas, que estão entre os primeiros a incendiar o Sambódromo com seus passos graciosos. Geralmente, a rainha da escola, que é selecionada em uma competição, lidera a passagem, enquanto ela eleva a temperatura no Sambódromo.


Ramon Moreira | Bookers International

Dentre algumas alas, estão os carros alegóricos que são decorados de acordo com o enredo. Nos carros há passistas com fantasias muito elaboradas que retratam a criatividade da escola nas celebridades que a apoiam. No centro de cada escola está a bateria, um grupo de 250-300 percussionistas que produzem energia e o ritmo para os passistas. Os bateristas são liderados pela rainha da bateria que motiva uma já frenética plateia a dançar até o final do percurso. Todas as escolas possuem um carro de som que traz os melhores intérpretes, que cantam o samba-enredo em precisão com a bateria.

Nenhum Carnaval é completo sem as passistas, um grupo de 15-20 dançarinas que têm a honra de sambar por todo o percurso. O grupo de dançarinas, cuidadosamente selecionado em uma competição, faz justiça aos bateristas, conforme elas continuam a dançar às batidas rápidas do samba. Enquanto as escolas estão ocupadas desfilando e os espectadores apreciando todo o divertimento, os juízes mantêm os olhos atentos na tentativa de selecionar uma campeã. No entanto, considerando todo o trabalho duro e esforço que cada escola deposita na produção do Carnaval do Rio, todas são campeãs aos olhos de milhões de espectadores.

O samba-enredo

Todo carioca conhece o verdadeiro espírito e valor de sambas eternizados como os de Clara Nunes. O samba é uma mistura eclética de música, canto e dança que os afro-brasileiros trouxeram com eles para as favelas que cercam o Rio após a abolição dos escravos. As músicas de samba dão o formato para o samba-enredo de todos os anos do Carnaval. O samba gira em torno do enredo, o qual pode tratar de política, história e esportes, que a escola escolhe para o Carnaval. Geralmente, o enredo é baseado em eventos e questões atuais relativas ao Rio ou ao Brasil. O samba-enredo desenvolve um papel muito importante no processo de julgamento, com atenção cuidadosa à letra e à melodia. O samba-enredo é mantido em sigilo até cerca de dois meses antes do Carnaval, quando cópias são vendidas ao público. Vale a pena prestar atenção às letras no Sambódromo na sua visita ao Carnaval do Rio.


Ramon Moreira | Bookers International

A alegria de ser um espectador no Sambódromo

Estar entre os milhares de foliões no Sambódromo é algo que precisa ser experimentado na busca de entender o verdadeiro espírito por trás do evento. Espectadores desfrutam de uma apresentação sensacional de cores, fantasias, carros alegóricos e passistas organizados ao som do samba.

O Sambódromo tem capacidade de aproximadamente 80.000 lugares, os quais, evidentemente, não são suficientes, tendo em conta os milhões de frequentadores do Carnaval que desejam mergulhar nas imagens e nos sons do evento mais celebrado do Rio. O lugar dispõe de arquibancadas, cadeiras numeradas, frisas e camarotes. Você terá a chance de estar no coração das celebrações no Sambódromo se agendar seus ingressos e fantasias da sua escola de samba preferida o quanto antes.